Translate

abril 04, 2014

Delicadinho


Por Jon Paredes

Raspado dos lados com a franja caindo.
Pele cuidada. Tecido fino.
All Star desgastado, jeans ajustado,
Um ar delicado, 
Eterno menino.

Que nunca envelhece, 
Que sempre se lembra, mas cedo se esquece
Que cores são brilhos, que cores são luzes
Que a vida merece.

 Nunca envelhece
Me faz um carão, o Sexy Petter Pan,
Fitando-me oculto atrás do negrume
Das lentes Ray-Ban.

Que me provoca os desejos, me bagunça os sentidos,
Minha carona rejeita e me atiça a libido.

Eu sonho com ele:

Sutil e polido. Um tanto assustado…
Parceiro passivo suspirando em meus braços.
Que até se enrijece, 
Pois sempre se lembra 
Mas cedo se esquece
Que assim é amado;
Que é assim que eu o quero: 
Guri afeminado.

Que sente saudade do calor do meu peito,
Me pede com os olhos que eu o pegue de jeito.
Que sente o meu peso e as minhas mordidas,
gemendo manhoso, contendo a saliva…

Que luz é essa em teu sorrir que me compele a seus lábios sentir?

Que charme é esse e teu olhar que me faz querer te beijar, 
Te lamber,
Te sugar, 
Te comer…

Ah, se ele soubesse o tesão que me dá!
Se percebesse que me faz sorrir.
Queria que ele tomasse o que tenho para ele

E que ele entregasse seu tudo para mim.

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigado, Daniel! Que bom que você gostou. Talvez você goste também do texto "Macho". Nele, a virilidade é poetizada.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Obrigado. Fico feliz pelo comentário.

      Excluir
  3. Caraca, amei, vou até salvar aqui ><

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário, pelo reconhecimento. Um abraço!

      Excluir

Manda brasa no comentário, mas seja respeitoso(a) e não diga nada que não gostaria que dissessem a você.
Tua participação é a alma deste blog!
Tudo de bom e fique com Deus :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...